Argamassa de revestimento industrializada

Home / Artigos / Argamassa de revestimento industrializada

1°) O que é argamassa de revestimento?

Resposta:
Na construção civil, o termo revestimento é empregado para a camada que dá proteção e acabamento à alvenaria, pisos, forros e que também possui a função de impermeabilizar, regularizar (eliminar ondulações e buracos, nivelar e aprumar) e oferecer acabamento (liso, áspero ou rugoso) às superfícies. De acordo com a NBR 13529 a definição para argamassa é: Mistura homogênea de agregado(s) miúdo(s) aglomerante(s) inorgânico(s) e água, contendo ou não aditivo(s) ou adições, com propriedades de aderência e endurecimento. A NBR 13529/1995 define como argamassa industrializada todo “produto proveniente da dosagem controlada em instalação própria, de aglomerante(s) de origem mineral, agregado(s) miúdo(s) e, eventualmente, aditivo(s) e adição(ões) em estado seco e homogêneo, ao qual o usuário somente necessita adicionar a quantidade de água requerida”.

2°) O traço da argamassa para chapisco, emboço e reboco é o mesmo?

Resposta:
Geralmente os traços são diferentes. Há uma semelhança entre os traços para emboço e reboco. O traço para chapisco é mais rico em cimento e mais fluido do que o emboço e reboco, pois tem a função de criar uma melhor aderência entre o revestimento e o substrato. O traço das argamassas pode variar em função da resistência de arrancamento que se pretende da argamassa, e, conseqüentemente a durabilidade do acabamento. A resistência ao arrancamento depende do teor de finos da argamassa.

3°) Quais as especificações técnicas da argamassa de revestimento industrializada?

Resposta:
– Resistência à compressão;
– Densidade de massa aparente no estado endurecido;
– Resistência à tração na flexão;
– Coeficiente de capilaridade;
– Densidade de massa aparente no estado fresco;
– Retenção de água;
– Resistência potencial de aderência à tração.

4°) Quais são os tipos de argamassas de revestimento industrializadas disponíveis no mercado brasileiro?

Resposta:
Existem alguns tipos de argamassa industrializadas no mercada como a “Argamassa Industrializada Múltiplo Uso”. Esta argamassa é adequada para assentamento de alvenaria de vedação ou estrutural de até 5,0 MPa, bem como para revestimento interno e externo de paredes. Existem outros tipos como: argamassas industrializadas para contrapiso e argamassas industrializadas chapisco colante.

5°) Em que locais a argamassa de revestimento industrializada pode ser aplicada (pisos, tetos, paredes)?

Resposta:
Argamassa industrializada pode ser aplicada para assentamento de pisos, revestimento de tetos e de paredes. Entretanto, para cada uso a recomendação é que se observe a necessidade da obra. Por exemplo: as argamassas de assentamento podem ser para alvenaria de simples vedação ou pode ter função estrutural. Neste caso a dosagem e as exigências diferem em cada caso, quanto a resistência à aderência, resistência à compressão, etc., além do conhecimento correto do substrato. O mesmo acontece para pisos e tetos.

6°) Há diferença entre a argamassa para cada uma dessas aplicações? Se sim, quais?

Resposta:
Exemplos de argamassas para assentamento de peças cerâmicas:

INTERIOR: Argamassa com características de resistência às solicitações mecânicas e termohigrométricas típicas de revestimentos internos, com exceção daqueles aplicados em saunas, churrasqueiras, estufas e outros revestimentos especiais.

EXTERIOR: Argamassas com características de adesividade que permitem absorver os esforços existentes em revestimentos de pisos e paredes externas decorrentes de ciclos de flutuação térmica e higrométrica, da ação da chuva e/ou vento, da ação de cargas como as decorrentes do movimento de pedestres em áreas públicas e de máquinas ou equipamentos leves sobre rodízios não metálicos.

ALTA RESISTÊNCIA: Argamassa que apresenta propriedades de modo a resistir a altas tensões de cisalhamento nas interfaces substrato/adesivo e placa cerâmica/adesivo, juntamente com uma aderência superior entre as interfaces em relação às argamassas dos tipos I e II: é especialmente indicada para uso em fachadas que durante o assentamento não estejam submetidas à insolação direta, em saunas, em piscinas e em ambientes similares.

ESPECIAL: Argamassa que atende aos requisitos dos tipos I e II, com tempo em aberto estendido. Especialmente indicada para fachadas que durante o assentamento estejam submetidas à insolação direta.

7°) Há diferenças entre a argamassa de revestimento interno e externo? Se sim, quais?

O revestimento interno e externo são diferentes. No primeiro caso o revestimento possui agregados miúdos com granulometria um pouco acima da argamassa de revestimento interno e o traço também é diferente para conferir maior resistência mecânica. O revestimento externo deve resistir à ação de chuva, vento e ação de agentes agressivos.

8°) A argamassa industrializada pode ser usada em qualquer fase do revestimento (chapisco, emboço e reboco)?

– Se não, em qual fase ela pode ser aplicada?
– Se sim, há diferença entre o produto aplicado no chapisco, no emboço e no reboco?

Resposta:
As argamassas industrializadas podem ser empregadas em qualquer fase da obra. Existem argamassas para chapisco / emboço / reboco / argamassa fina para reparos / assentamento e revestimento de alvenarias. Pode acontecer da obra necessitar de argamassa com características especiais e neste caso é  aconselhável o estudo para dosagem de uma argamassa diferenciada e também pode ser que as questões relacionadas ao custo sejam relevantes nestes casos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *